Juliano Farias
Executivo de growth
x
Olá, tudo bem? Obrigado pela visita! Como podemos ajudar?
Conversar com Juliano

Dica infalível para escrever bem? Seja o seu próprio editor

Em mais de 15 anos de profissão uma das poucas certezas que eu mantenho é a de que todo texto precisa de revisão, sem exceção. E o motivo é muito simples: sempre é possível melhorar, não importa se você tem 3 ou 30 anos de carreira. Além disso, o olhar do outro, torna todo e qualquer texto mais rico, mais limpo e mais assertivo.

E uma boa revisão vai muito além de corrigir possíveis erros ortográficos e gramaticais, embora também passe por aí. Acontece que nem sempre temos uma segunda opinião ou a possibilidade de alguém revisar nosso texto. E é aí que nós precisamos dar um tempo (não precisa muito: levante, tome uma água, respire e volte) do texto que escrevemos e relê-lo. Mas a releitura deve ser real, com atenção. Afinal, embora clichê, devemos mesmo ser sempre os principais críticos do nosso trabalho.

Em termos objetivos, devemos avaliar qualquer texto gramaticalmente, é claro. Mas como saber se o seu texto tem, de fato, qualidade?

Antes de tudo, avalie a clareza - sim, parece critério de redação do Enem, mas é realmente importante. Dê preferência às sentenças claras e à ordem direta (exceto se for um texto literário, é claro). E se pergunte: o que está escrito é de fácil entendimento para todos a quem o texto se destina? 

Sim, o destinatário conta! Seu futuro leitor é parte de um público leigo ou técnico/especialista? Isso vai mudar o nível de complexidade das informações que deverão ser apresentadas. E mais do que isso: quando falamos de persona, precisamos escrever pensando nas principais dores, nos desejos e no que é relevante para o público - além, é claro, do tom de voz, que precisa estar adequado ao público e à marca.

A coesão também é fundamental. As ideias apresentadas precisam se conectar. Não adianta falar muito e não dizer nada. Procure criar uma sequência lógica para a construção do conteúdo e traga informações relevantes. Pesquise, apure a informação, busque dados e não entregue ao seu leitor apenas suposições.

E, por falar nisso, é importante lembrarmos que a desinformação é um dos grandes problemas dos conteúdos que encontramos internet afora. Segundo pesquisa realizada pelo YouGov, para o Google, quatro em cada dez brasileiros afirmam receber fake news diariamente. Portanto, ao escrever, verifique links, cheque dados e tenha certeza das informações que está escrevendo. Isso, inclusive, vai ser útil para o rankeamento no Google: no fim de 2022, a plataforma lançou a atualização de conteúdo útil, provendo uma mudança no algoritmo, para valorizar conteúdo original e aprofundado. Dessa forma, conteúdos rasos e “reciclados”, ou seja, copiados de algum lugar ou apenas adaptados, têm menos relevância nas buscas.

E, por fim, leia seu texto quantas vezes forem necessárias. Se possível, em voz alta: acredite, isso vai te ajudar a perceber repetições de palavras e erros que nem sempre identificamos. 

Aqui na MAVERICK 360 contamos com revisores e uma equipe pronta para escrever os melhores conteúdos. Clique aqui e entre em contato!

AUTOR DO TEXTO:
Guta Bolzan
Gerente | Jornalista
Atua com comunicação há mais de 16 anos, possui vasta experiência com comunicação pública e gerenciamento de crise e já atendeu contas de relevância regional e nacional, entre as quais: Governo do Estado do Paraná, Universidade Tuiuti do Paraná, Laboratórios Frischmann Aisengart, Marel Brasil, Grupo PoliService e Grupo Ecoverdi.

Cadastre-se ao lado em nossa newsletter e receba conteúdos para que o seu negócio vire referência no mercado

QUER UMA PROPOSTA?
Home