Juliano Farias
Executivo de growth
x
Olá, tudo bem? Obrigado pela visita! Como podemos ajudar?
Conversar com Juliano

Case de sucesso MVRK 360: assessoria de imprensa para Camile Stefano

Uma máxima que sempre utilizamos quando falamos em assessoria de imprensa: ela precisa ser constante, com comunicação integrada e os resultados não aparecem do dia para a noite. A prova viva disso na MAVERICK 360 é a nossa cliente (que está conosco há mais de três anos) Camile Stefano.

Ela é consultora de imagem e estilo, com oito anos de experiência na área, especialista em visagismo, coloração pessoal e etiqueta, e trabalha com um público majoritariamente feminino, das mais variadas idades. A principal dor da cliente quando chegou na agência era que seu Instagram possuía um público considerável, mas ela ainda não tinha a mesma autoridade que suas concorrentes e não possuía reconhecimento perante a mídia.

Soluções

O caminho que a MAVERICK 360 apresentou a ela foi o da assessoria de imprensa, que é o melhor meio de trazer autoridade. Porém, nos posicionamos e somos uma agência 360 de soluções, o que faz com que a gente identifique de maneira macro os pontos da comunicação, verificando o que precisa ser implementado ou melhorado para que tenhamos a integração e o objetivo final seja atingido.

Constatamos, já no início do trabalho, que precisávamos deixar os canais da Camile com a cara dela e com a mesma roupagem. Ou seja, reformulamos a identidade visual, refizemos o site e trouxemos um novo branding para as redes sociais. Além disso, fizemos também uma consultoria falando de linguagem, posicionamento, eixo narrativo, boas práticas nas redes e explicando a máxima de que quantidade de seguidores não necessariamente significa qualidade.

A jornalista dedicada para o atendimento da cliente na época (há três anos) era a Guta Bolzan, que hoje é gerente da MAVERICK 360. Para ela, o trabalho foi desafiador. “Não tínhamos um histórico e precisávamos construir um nome. E a Camile é um exemplo de boas práticas no trabalho, além de um ótimo case da agência pelo resultado desenvolvido e alcançado: com tempo e constância hoje ela é procurada pelos principais veículos do país, já saiu em portais, jornais e revistas de segmentos que não são da área dela e já deu entrevistas para rádios e TVs do Brasil todo”.

Para se ter uma ideia, somente no mês de novembro de 2023 (entre os dias 01 e 10), ela teve publicações na imprensa que atingiram quase um milhão de reais no equivalente publicitário. Traduzindo, uma das principais métricas de resultado do trabalho da assessoria é o Advertising Value Equivalency (AVE) ou Equivalente em Valor Publicitário (EVP). O indicador nada mais é do que o quanto, baseado nos media kits dos veículos de comunicação, o cliente teria que pagar para sair nos portais, sites, blogs, revistas, jornais, etc., se tivesse comprando o mesmo espaço que foi destinado a ele por meio do bom trabalho da assessoria de maneira gratuita e noticiosa.

Assessoria de imprensa

Sempre gosto de mencionar, quando estou explanando sobre assessoria de imprensa para quem não conhece os resultados e nem o processo, um caso prático. Você está buscando uma clínica odontológica para fazer algum tipo de tratamento e recorre ao Google. Qual das possibilidades é mais crível para você: a que aparece em primeiro nas pesquisas porque anunciou para estar alí ou o profissional que está relacionado nas buscas como especialista em vários portais e veículos de comunicação? Muito provavelmente sua resposta será a segunda opção pois uma coisa é a empresa falar bem dela mesma, outra são grandes veículos de comunicação apostarem a credibilidade na fonte como especialista e autoridade no assunto. E é desta forma que conseguimos resultados expressivos com nossos clientes.

Com a Camile não foi diferente. Também houve uma questão de alinhamento de assuntos e pautas, além da construção de relacionamento, apresentação, follows e todo o processo que envolve a assessoria de imprensa. “Existe uma distância entre o que o cliente quer falar e o que a imprensa quer noticiar. Então temos que alinhar as expectativas e explicar que a empresa ou cliente, principalmente quando não se tem um histórico e lastro de assessoria, vai precisar de mais tempo para conseguir pautar a imprensa”, conta Guta. “No caso da Camile, começamos somente divulgando o trabalho da consultora, o que acabou não gerando o resultado esperado. Em pouco tempo conseguimos convencê-la de que, no início, o melhor caminho era inseri-la como fonte nos assuntos que estavam na mídia naquele momento. E deu certo. Em menos de dois meses ela teve a primeira publicação significativa, na Revista Manequim, e logo depois tivemos uma inserção na Revista Cláudia, com uma pauta relacionada aos tamancos de madeira”, relata a profissional.

Este nosso caso de sucesso com a consultora de imagem é a prova de que, na imensa maioria das vezes, o trabalho de base na assessoria de imprensa precisa ser feito e, mais do que isso, muito bem feito. Quando não se tem tempo de relacionamento com a mídia, precisamos sair da inércia e começar a ganhar tração. Algo que sempre frisamos aqui na agência é que esse processo é um “trabalho de formiguinha”, que exige paciência, dedicação, muitos follows, jogo de cintura e continuidade. “Além do trabalho inicial, a constância é essencial. Não adianta você começar e parar em dois meses. Nestes casos, o resultado costuma ser muito aquém do esperado, exatamente por conta do tempo. A assessoria de imprensa é algo que começa a mostrar a que veio após os primeiros 90 dias de trabalho árduo. E o que também não é aconselhável é que, depois de seis meses ou um ano, por exemplo, com um clipping significativo e um histórico já iniciado, o cliente desista do trabalho, pare o contrato e depois de um tempo volte. Quando isso acontece, o cliente volta quase à estaca zero”, explica a nossa jornalista Guta Bolzan. 

No caso da Camile, foi só sucesso. Ela é uma das clientes que está há bastante tempo na agência e hoje é procurada para ser fonte em diversos veículos como Terra, Jovem Pan, Purepeople, Jornal de Brasília, Manequim, Topview, Jornal O Dia, R7, Exame, dentre muitos outros.

Se sua empresa quer virar um case de sucesso da MAVERICK 360 e referência na mídia, clique aqui!

AUTOR DO TEXTO:
Fabíola Cottet
Sócia-diretora | Jornalista
É co-autora do livro "Em pauta: manual prático da comunicação organizacional", publicado pela Editora Intersaberes. Jornalista, especialista em assessoria de imprensa e gestão de crise.

Cadastre-se ao lado em nossa newsletter e receba conteúdos para que o seu negócio vire referência no mercado

QUER UMA PROPOSTA?
Home